Curiosidades História

Damnatio memoriae – A condenação que apagava pessoas da história

The Commissar Vanishes 2 2 - Damnatio memoriae - A condenação que apagava pessoas da história

Damnation memoriae é uma frase em latim que significa "Condenação da Memória", literalmente é remover qualquer traço de história que uma pessoa possa ter tido, deletar ela da linha do tempo. Não há como saber se uma pessoa muito importante que já viveu foi apagada da história, até porque se foi apagada não temos relatos dela pra conhecer, não é mesmo? Mas o que se sabe, é que na roma antiga essa era a pena imposta pelo senado a traidores ou os que trouxeram vergonha ao estado romano.

 

Além de Roma, existem relatos de outras sociedades que utilizavam-se dessa prática para punir. Como por exemplo o povo egípcio , que tinham um grande apresso pela preservação do nome e memórias de uma pessoa, quem acabasse com isso, haveria destruído muito mais que a própria pessoa, era um castigo pior do que a morte.

No Judaísmo, exite uma maldição que diz: "Que o nome e memória dele/a sejam obliterados", é a pior maldição que um Judeu pode dizer ao outro.

Existem exemplos de Damnatio memoriae ais modernos, como por exemplo remover livros, retratos, fotografias e registros de outra pessoa. Stalin utilizou dessa prática para tentar remover vestígios dos seus adversários durante o grande expurgo, como é o caso de Nikolai Ivanovich Yezhov (1895 - 1940).

The Commissar Vanishes 2 300x88 - Damnatio memoriae - A condenação que apagava pessoas da história

Nikolai foi um comissário do povo para tratar de assuntos internos. Entre 1936 e 1938 ele foi um dos líderes da NKVD (Polícia da União Soviética). Somente no último ano de sua gestão 1,3 milhões de pessoas foram presas e mais de 600 mil baleadas por "crimes contra o Estado". O Anão sanguinário, como ficou conhecido, foi ganhando poder e influência, isso despertou a ira de Stalin que passou a vê-lo como um inimigo. Yezhov foi preso, espancado e torturado em 10 de abril de 1939 e após provar do seu próprio veneno, confessou seus crimes contra o povo, que incluíam homossexualismo e perversões sexuais. Logo em seguida foi condenado à morte e executado em 4 de fevereiro.
Ironicamente Stalin também foi removido de propagandas, após Nikita Khruschev assumir o poder da União Soviética e a cidade que se chamava Stalingrado, em sua homenagem, passou a se chamar Volgrado.


Imagens: Wikipédia

Loading Facebook Comments ...

Deixe um comentário