Bizarro Curiosidades

6 Práticas Bárbaras que existem até hoje e você não sabia

korowai skull sized - 6 Práticas Bárbaras que existem até hoje e você não sabia

Ao estudarmos a história, muitas vezes ficamos perplexos com as barbáries que eram cometidas entre os seres humanos. Sejam para punir, tirar vantagem ou de cunho religioso e cultural, algumas dessas práticas se mantém até hoje.

Escravidão

2010 02 05 modern slavery q m 300x168 - 6 Práticas Bárbaras que existem até hoje e você não sabia

Você sabia que existem mais escravos hoje em dia do que na época em que a escravidão era uma prática legalizada? Ainda que tenha sido abolido pelo mundo todo, atualmente existem entre 10 e 30 milhões de escravos no mundo todo. Nunca houve mais escravos na história. Esses escravos vem de todos os lugares do mundo, é uma verdadeira rede que engana e sequestra pessoas e depois as vendem como mercadoria. O tráfico de seres humanos é um problema sério que vem crescendo anualmente, hoje ele rende aproximadamente US$ 32 Bilhões e estimasse que muito em breve ultrapasse o tráfico de drogas. As pessoas são levadas para serem usados como trabalhadores (exatamente igual na época dos navios negreiros) ou escravos sexuais. A maior concentração de escravos encontra-se na Ásia, cerca de 12,3 milhões de pessoas em trabalho forçado.

Execuções Públicas

public hangings iran 300x233 - 6 Práticas Bárbaras que existem até hoje e você não sabia

No passado, as execuções públicas eram uma forma de diversão para povo. Famílias iam ver as execuções e se divertiam com aquilo. Atualmente a pena de morte vai sendo banida aos poucos, mas existem países como o Irã em que essa prática é muito comum para punir e dar exemplo. Centenas de pessoas se amontoam para ver as execuções em praças públicas. Geralmente, os crimes que levam a essa pena são: Estupro, homossexualidade, agressão e consumo e tráfico de drogas. Segundo dados da Anistia Internacional, somente a China mata mais criminosos que o Irã.

Punições Cruéis 

Woman20Stoning20Iran 300x186 - 6 Práticas Bárbaras que existem até hoje e você não sabia

Em alguns lugares, não basta apenas matar a pessoa para que todos a vejam morrer. É preciso fazê-la sofrer bastante primeiro. O apedrejamento é uma maneira bastante comum de se fazer isso, usada nos dias de hoje. Consiste em enterrar uma pessoa até a cintura e jogar pedras até a morte. Nesses casos são exigidos que você bata na pessoa com pedras não muito pequenas e nem muito grandes, pois não querem que a pessoa morra logo e caso alguém não cumpra essas regras, estará cometendo um crime também. Essa prática é a punição para crimes como o adultério e é legalizada em países como: Paquistão, Irã, Emirados Árabes, Iêmem, dentre outros. Esse é só o tipo mais brando de tortura que existe pelo mundo, existem diversos métodos que nem valem a pena serem comentados.

Mutilação Genital Feminina

Em alguns países da África e Oriente Médio, existe uma cultura muito antiga de remover toda ou parte da genitália externa da mulher, para que ela não sinta nenhum tipo de prazer. A Organização Mundial de Saúde e diversos líderes mundiais, tentam acabar com essa prática, pois segundo eles não causa nenhum benefício a saúde, muito pelo contrário. E também não existe nenhuma escritura religiosa que fala sobre isso.

Canibalismo

korowai skull sized 300x200 - 6 Práticas Bárbaras que existem até hoje e você não sabia

Com exceção dos psicopatas ou pessoas que em situações extremas tiveram de comer carna humana, ainda existe alguns grupos canibais ao redor do mundo. Muitas pessoas afirmam que não existe mais esse tipo de cultura, no entanto, se você perguntar ao povo Korowai, habitantes de uma tribo na Nova Guiné indonésia, se eles comem pessoas, a resposta certamente será sim. Eles ainda comem os companheiros de tribo. O histórico desse povo, data da era pré-histórica e por eles se manterem isolados do convívio com a sociedade essa tradição nunca morreu. Além do povo Korowai, há relatos também de pequenos grupos em lugares remotos do pacífico, segundo o marinheiro alemão, Stefan Ramin.

Sacrifício Humano

child sacrifice 300x191 - 6 Práticas Bárbaras que existem até hoje e você não sabia
Em 2011 um repórter secreto da BBC descobriu que o sacrifício infantil existia e havia se tornado um grande negócio. Aparentemente, em Kampala, capital da Uganda, pessoas ricas pagavam verdadeiras fortunas para médicos bruxos sacrificarem crianças. Eles acreditam que isso os traga riqueza e boa saúde. Pais de crianças se uniram e espalharam a história para tentar alertar outros pais sobre o problema, inclusive a Miss Uganda se juntou a essa luta.

RecomendadoOs 5 maiores bruxos que já existiram


Fonte/imagem: Listverse

Loading Facebook Comments ...

Deixe um comentário