A serial killer italiana, Leonarda Cianciulli era conhecida como a "Saboneteira de Correggio".

Leonarda era uma mulher muito supersticiosa, certa vez ela visitou uma vidente e ficou chocada com o que ela havia falado a respeito do futuro dos seus filhos, pois segundo a vidente todos iriam morrer. Numa segunda visita, dessa vez a uma cigana, Leonarda viu o seu suposto futuro. "Numa mão vejo a prisão, na outra um sanatório", disse a cigana.
A senhora acreditava que as coisas poderiam ser resolvidas com sacrifícios humanos. Em 1938, seu filho mais velho que também era o seu favorito foi convocado para a segunda guerra mundial, uma coisa que a mãe temia muito, então ela pegou foi atrás de três vizinhas, as drogou e depois as matou a machadadas.

Leonarda cianciulli 237x300 - A mãe que fez de tudo para que seu filho não fosse à guerra

Mas não contente com isso, Leonarda esperou a coagulação do sangue para, então, levá-lo ao forno e fazer uma farinha que ela usou como ingrediente para fazer bolos que ela servia para suas amigas. Para eliminar as “evidências”, Leonarda ferveu os corpos, usando a gordura, em seguida ela acrescentou perfume para fazer sabonetes, que Leonarda presenteou a vizinhos e conhecidos. A serial killer presa em 1940, falecendo em 1970 em uma instituição mental.

CPlA8BVWEAAGuOZ 1 300x300 - A mãe que fez de tudo para que seu filho não fosse à guerra

Vítimas da Saboneteira de Correggio:

06183851786806 300x185 - A mãe que fez de tudo para que seu filho não fosse à guerra

Loading Facebook Comments ...

Deixe um comentário