História

John Mackay e Edith Steiner: um amor que sobreviveu ao holocausto

auschwitz survivor and soldier celebrate 71st anniversary fb2 - John Mackay e Edith Steiner: um amor que sobreviveu ao holocausto

A fascinante história do soldado e da sobrevivente que viveram mais de 70 anos juntos

Aos 23 anos de idade John Mackay salvou Edith Steiner de 20 anos do campo de concentração mais famoso da história, Auschwitz. Eles só não imaginavam que passariam a vida juntos. John fazia parte de uma unidade escocesa, conhecida como Eci e estava no acampamento na mesma época de Josef Mengele, o famoso "Anjo da Morte", um oficial da SS e médico responsável pelas piores experiências realizadas durante o Holocausto.auschwitz survivor and soldier celebrate 71st anniversary 1 59631e0f979d7  700 264x300 - John Mackay e Edith Steiner: um amor que sobreviveu ao holocausto

Após o acontecido, durante uma comemoração da libertação, John pediu a um amigo para dizer a Edith que ele queria se casar com ela, mas ela disse que só aceitaria se ele mesmo fosse pedir.

auschwitz survivor and soldier celebrate 71st anniversary 4 59631e153ee85  700 300x300 - John Mackay e Edith Steiner: um amor que sobreviveu ao holocausto

E assim aconteceu, em 17 de julho de 1946 eles se casaram, dando início a uma história que duraria mais de 70 anos. No início do ano eles festejaram seus 71º dia dos namorados juntos, mas pouco tempo depois Edith faleceu, aos 92 anos e John estava do seu lado até no último momento.

auschwitz survivor and soldier celebrate 71st anniversary 2 59631e11959fe  700 300x200 - John Mackay e Edith Steiner: um amor que sobreviveu ao holocaustoauschwitz survivor and soldier celebrate 71st anniversary 5 59631e17273b9  700 300x200 - John Mackay e Edith Steiner: um amor que sobreviveu ao holocaustoauschwitz survivor and soldier celebrate 71st anniversary 3 59631e138541d  700 300x200 - John Mackay e Edith Steiner: um amor que sobreviveu ao holocausto


 Fonte:    Bored Panda      Imagens:   Deadlinenews

Loading Facebook Comments ...

Deixe um comentário